Nossos links

www.marcio-marques.blogspot.com / www.blogmarciao.blogspot.com / www.creioemjesuscristo.blogspot.com / www.creiologoconfesso.blogspot.com

Quem é o Marcião?

Minha foto

Sou cristão. Creio em Jesus Cristo. 

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

O que nós podemos oferecer a Deus?


Você tem algo a oferecer a Deus?
O Evangelho, definida a partir das Escrituras Sagradas, vai na contramão das religiões em geral.
As religiões afirmam que você tem algo a oferecer a Deus, que você pode ter "crédito" com Deus. Através de boas obras, de ritos, de conhecimento preciso de doutrinas, de orações, rezas e mantras... enfim, as religiões afirmam a possibilidade do ser humano alcançar créditos com a divindade a partir da sua própria fé, esforço ou dedicação.
O Evangelho, tal como definida na Bíblia, afirma a bondade de Deus, pela sua graça. Nós não apenas não temos crédito com Deus, mas não podemos ter crédito com ele pautado na nossa fé, esforço ou dedicação. O Evangelho não é uma receita de como oferecer a Deus o que Ele precisa, mas sim o anúncio das Boas Novas de que o próprio Deus, em Cristo, veio nos trazer tudo o que nós realmente precisamos - o que a Bíblia costuma chamar de salvação. O fundamento da salvação não são nossas boas obras, fé ou realizações, mas a graça de Deus, mediante a fé em Cristo. A salvação é obra divina e não humana, de modo que nós só podemos entregar a Deus aquilo que Ele mesmo nos deu primeiro.

Quando eu era criança, costumava comprar presentes para o meu pai numa pequena loja. Eu comprava o presente e mandava marcar na conta dele. Eu era apenas um garoto e não tinha condição de comprar um presente por conta própria; por isso, eu comprava na própria conta do meu pai. Ele pagava pelo próprio presente. O mesmo acontece na nossa relação com Deus. Tudo o que nós oferecemos a Deus nós recebemos dEle primeiro. Nós só podemos entregar algo a Deus porque Ele nos deu! Ele nos criou, Ele nos deu dons e talentos (inteligência, força, sabedoria, capacidades, saúde...), Ele é quem nos concede boas dádivas... Além disso, nós nunca poderíamos agradar a Deus, por causa dos nossos pecados, que azedam mesmo as nossas boas obras (Is 64.6). Tudo o que Deus encontra de agradável em nós é fruto da Sua própria graça, amor e misericórdia em Cristo!

"O homem não pode receber coisa alguma se do céu não lhe for dada" (João 3.27).
"Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!" (Romanos 11.36).
"Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança" (Tiago 1.17).
"Nós amamos porque ele nos amou primeiro" (1João 4.19).

Deus não precisa de mais nada. Deus não precisa de nós! Mas Ele nos ama, nos criou por amor, nos chama à reconciliação com Ele por amor, nos perdoa, transforma e renova em Cristo por amor. Tudo o que somos e temos de bom é um dom (presente) que Ele mesmo nos dá! Só podemos dar a Deus aquilo que Ele mesmo nos deu antes! Tudo de bom que nós podemos oferecer a Deus foi Ele mesmo quem nos deu! E Deus nos ama, perdoa, aceita, transforma e salva através do Seu Filho Jesus Cristo, que morreu na cruz pelos nossos pecados e ressuscitou para a nossa salvação.

Assim, que nossa relação com Deus seja fruto de AMOR e GRATIDÃO!

"Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome" (Hebreus 13.15).

Leia nossos posts!

Leia nossos posts!