Nossos links

www.marcio-marques.blogspot.com / www.blogmarciao.blogspot.com / www.creioemjesuscristo.blogspot.com / www.creiologoconfesso.blogspot.com

Quem é o Marcião?

Minha foto

Sou cristão. Creio em Jesus Cristo. 

sexta-feira, 18 de março de 2016

Você sabe como Jesus viveu cada dia da Semana da Paixão?



O Evangelho segundo Marcos destaca cada um dos 8 dias da Semana da Paixão de Cristo, ou seja, do domingo em que Jesus entra em Jerusalém, também conhecido como domingo de ramos, passando pela sexta-feira da crucificação e pelo sábado da morte, até chegarmos ao domingo de Páscoa, o domingo da ressurreição. As transições entre os dias são claramente percebidas no texto, com as seguintes expressões:
"como fosse já tarde, saiu para Betânia com os doze" (11.11);
"No dia seguinte..." (11.12)
"Em vindo a tarde, saíram da cidade" (11.19);
"E, passando eles pela manhã..." (11.20);
"Dali a dois dias, era a Páscoa e a Festa dos Pães Asmos..." (14.1);
"E, no primeiro dia da Festa dos Pães Asmos..." (14.12);
"Logo pela manhã..." (15.1);
"Passado o sábado..." (16.1).
Abaixo, vamos destacar cada um dos dias e os textos bíblicos correspondentes.

Domingo de Ramos
Texto correspondente: Marcos 11.1-11
Narra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, enquanto muitos estendiam as suas vestes no caminho, e outros, ramos que haviam cortado dos campos.

Segunda - A Purificação do Templo (sem bons frutos)
Texto correspondente: Marcos 11.12-19
Jesus encontra uma linda figueira, porém sem fruto, e ordena que ela se seque - ação simbólica que aponta para a cidade/Templo sem fruto. Jesus entra no Templo, e encontra um fruto ruim: religiosidade hipócrita, mercantilização da fé e exclusão dos marginalizados (crianças, cegos e coxos).

Terça - Polêmicas e discurso apocalíptico
Texto correspondente: Marcos 11.20-13.37
Depois de explicar que o bom fruto é fé operosa (salvadora), oração que conduz à vontade do Pai e perdão que inclui e conecta as pessoas (11.20-26), Jesus entra em várias polêmicas contra os principais sacerdotes, escribas, fariseus e saduceus (11.27-12.40), afirma que a oferta da viúva é maior que as grandes ofertas (12.41-44) e faz um grande discurso escatológico - sobre o "fim dos tempos" - no qual exorta à vigilância (13.1-37).

Quarta - Conspiração, unção e traição
Texto correspondente: Marcos 14.1-11
Enquanto os principais sacerdotes e escribas conspiravam contra a vida de Jesus (14.1-2), ele é ungido por uma mulher em Betânia (14.3-9). No mesmo dia, Judas procura o principais sacerdotes para trair a Jesus (14.10-11).

Quinta - Celebração da Ceia, agonia do Getsêmani e prisão de Jesus
Texto correspondente: Marcos 14.12-72
É o dia da Instituição da Ceia do Senhor (14.12-31), da agonia no jardim do Getsêmani (14.32-42), da prisão e traição de Judas (14.43-52) e julgamento pelo Sinédrio (14.53-65) e a negação de Pedro (14.66-72).

Sexta-feira da Paixão - a morte na cruz do Calvário
Texto correspondente: Marcos 15.1-47)
Jesus é enviado pelo Sinédrio a Pilatos, que liberta Barrabás e condena a Jesus, segundo o apelo das massas (15.1-15), é escarnecido pelos soldados (15.16-20) - os quais obrigam a Simão Cireneu a carregar a cruz (15.21) - , é crucificado (15.21-32), morre na cruz (15.33-41) e é sepultado por José de Arimatéia, ilustre membro do Sinédrio, num túmulo que tinha sido aberto numa rocha (15.42-47).

Sábado da morte
Texto correspondente: Marcos 16.1a
Jesus toma sobre si a nossa morte!

Domingo de Páscoa - Dia da Vitória de Cristo sobre a morte!
Texto correspondente: Marcos 16.1b-8
Jesus vence a morte! As mulheres visitam a sepultura vazia (16.1b-8).
Jesus ressuscitou ao terceiro dia!

Após o domingo de Páscoa, o dia da Ressurreição, Jesus aparece à Maria Madalena, que anuncia a ressurreição aos discípulos (16.9-11), Jesus aparece a dois discípulos, que também anunciam a ressurreição aos demais (16.12-13) e aparece aos onze, comissionando-os para o anuncio do Evangelho (16.14-18). Então Jesus volta para o Pai (16.19-20), está reinando hoje, e voltará para destruir o mal que já derrotou na cruz e na ressurreição.

Aleluia!

A História da Páscoa contada pelas crianças

Assista a este lindo vídeo, em que as crianças narram e encenam a história da Páscoa. 


terça-feira, 8 de março de 2016

Dia Internacional da Mulher

"Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou" (Gn 1.27).

Parabéns a todas as mulheres. Parte da imagem de Deus só pode ser conhecida através de vocês. Por isso, Deus mesmo se compara à figuras femininas na Bíblia, para expressar a beleza da sua imagem presente na mulher:

"Como alguém a quem consola sua mãe, assim eu vos consolarei; e em Jerusalém vós sereis consolados" (Is 66.13).

Parabéns, mulheres, todos os dias!


Se você gostou desta mensagem, deverá gostar também de ler o nosso post "A Face Materna de Deus". Clique no link abaixo e confira!
http://marcio-marques.blogspot.com.br/2010/05/face-materna-de-deus.html

Leia nossos posts!

Leia nossos posts!